O pastor é o responsável por dar direcionamento para a igreja, em alguns casos juntamente com uma equipe de conselho. E para conduzir a igreja no melhor caminho e poder tomar decisões acertadas, ele precisa conhecer bem o que acontece em sua igreja, como ela está e aonde ela pode chegar em determinado período de tempo.

Para tomar decisões corretas, primeiramente o pastor deve pedir a orientação de Deus para sua igreja e seu trabalho. Submetendo-se sempre à vontade de Deus. E a partir disso, ele deve saber onde ele quer chegar com sua igreja em um determinado período de tempo. Isso o ajudará a saber o que é prioridade e o que não é, para que atinja seu alvo.

Agora, para você olhar para o futuro, planejando aonde quer chegar, você precisa conhecer o presente e o passado. Somente assim, suas decisões serão baseadas em dados reais e serão possíveis de serem realizadas.

Por exemplo, uma igreja com 50 membros hoje e que tinha 20 membros há 1 ano, teve uma taxa de crescimento de 250% neste período. Por mais que o número de membros não parece tão expressivo, a igreja teve um crescimento muito significativo. Exemplificando, o que ocorreu foi que cada membro da igreja conseguiu levar 2 ou 3 pessoas para a igreja ao longo de um ano que se tornaram membros também.

Olhando para o crescimento significativo, o pastor estabeleceu como alvo para o fim do próximo ano ter 300 membros, ou seja, ter uma taxa de crescimento de 600% neste período. Isso seria a mesma coisa que falar que cada um dos 50 membros atuais conseguirão levar 5 pessoas que se tornem membros da igreja ao longo deste ano. Pensando na sua igreja, será que esse valor é real? Ele é possível?

Considerando que Deus não tem um plano especial para a igreja acima exemplificada (que cremos que poderia acontecer), alcançar aquele alvo não será uma tarefa fácil e provavelmente não será alcançada. Isso ocorre por uma falta de análise de dados e do acompanhamento do que realmente está acontecendo na igreja.

E muitas decisões podem ser tomadas por este pastor com base em uma previsão errada. Decisões que poderiam comprometer o financeiro da igreja, frustrar os líderes, sobrecarregar os diáconos e demonstrar até falta de organização para os membros.

Sendo assim, ter um conhecimento exato do crescimento da sua igreja é fundamental para conhecê-la em toda sua plenitude e planejar ações e alvos futuros que sejam reais. Por isso vamos explicar quais pontos você deve estar atento ao acompanhar o crescimento da sua igreja.

1.Planejar a estrutura

O sonho de ver a igreja crescer também traz algumas responsabilidades a mais. E uma delas é ter um local adequado e que comporte a quantidade de membros e frequentadores da sua igreja.

Se você já tem acompanhado o crescimento da sua igreja, e ela tem alcançado mais pessoas pela palavra de Deus pregada. Então, você deve estar atento à necessidade de espaço adequado para o planejamento do próximo ano.

Não é sábio, sem um direcionamento divino, alugar ou construir um espaço enorme se você tem poucos membros na igreja. Pois o custo disso ficará inviável, podendo deixar a igreja com muitas dívidas.

Mas não se preocupar com o local das celebrações, também não é sábio. Pois o pastor deve estar atento se tem uma estrutura suficiente para que todos os membros e frequentadores possam frequentar os cultos com algum conforto. Senão, eles poderão até parar de ir aos cultos por não conseguirem ter um local para sentar na igreja.

Por isso, acompanhe de perto o crescimento da sua igreja. faça um planejamento adequado e real com base naquilo que está acontecendo e nos sonhos que você tem para ela.

2.Previsão de orçamento

Quando você acompanha o crescimento da sua igreja, você consegue ter uma estimativa de quanto terá de entrada nos próximos “x” meses. Por mais que seja apenas uma previsão, quando ela feita com base em dados reais, você tem um maior controle do que está acontecendo, assumindo apenas os riscos que é capaz de lidar.

Portanto, se seu sonho como pastor é de construir um local próprio para sua igreja, construir uma escola cristã ou investir em um projeto missionário. Você precisa saber o quanto financeiramente você pode dispor para realizar esses projetos.

3.Organização de equipe

Você precisa acompanhar o crescimento da sua igreja para planejar e treinar a equipe que irá trabalhar com você para atender aos participantes da igreja. Quando a igreja cresce surgem mais crianças, o que gera necessidade de ter mais professores de escola bíblica para crianças; surgem mais adolescentes e jovens, o que pode gerar em um culto específico para atender essas faixas etárias.

Além disso com certeza terão mais pessoas que querem ser atendidas pelo pastor, receber uma visita e serem acompanhadas, o que pode gerar a necessidade de ter mais um pastor na igreja. Ou seja, acompanhe o crescimento da sua igreja e verifique se você precisa aumentar a equipe que trabalha na sua igreja.

Lembrando que você terá que orar, treinar e acompanhar esses novos líderes para que eles estejam debaixo da visão da sua igreja. E tudo isso leva tempo. Com um bom acompanhamento, você cresce de forma organizada e previne possíveis problemas.

4.Organização de ministérios e áreas da igreja

Através do crescimento da igreja, surgem mais pessoas dispostas a servir nos ministérios e projetos da igreja. E para que todos tenham a possibilidade de servir, você deve ter um planejamento organizado. Pré-requisitos de quem pode servir em cada área e cargo.

Oriente os líderes dos ministérios atuais para que façam o planejamento de cada uma das suas áreas. Procurem ter processos organizados, mesmo quando a igreja ainda é pequena. Isso facilitará muito durante seu crescimento.

Agora que você já entende a importância de acompanhar o crescimento da sua igreja. Acompanhe nosso blog para ler mais sobre coleta e organização de dados na gestão de membros.


Posts Relacionados